Blog da padaria O Pão

Trigo sarraceno

Pão artesanal trigo sarraceno

O trigo sarraceno (Fagopyrum esculentum), também chamado de trigo mourisco, é uma planta da família Polygonaceae. Seua grãos são comestíveis e se parecem com os grãos dos cereais, sendo ricos em rutina, mas são na verdade sementes de um fruto aparentado com o ruibarbo e as azedas. Para ser consumido, a casca exterior deve ser removida, um processo que exige equipamento próprio de moagem, devido à sua forma pouco habitual.

Na gastronomia

Na cozinha polaca, russa e judaica, o trigo sarraceno é usado para fazer uma papa chamada "kacha" ou "kache". Nas cozinhas ucraniana e russa, o trigo sarraceno se chama "hretchka" e é muito usado no dia-a-dia e também para confeccionar um dos pratos do menu natalino – a "kutia". Na cozinha bretã a farinha do trigo sarraceno faz parte da massa dos crepes. Na cozinha japonesa, o trigo sarraceno é chamada de "sobá" e é muito consumido no dia-a-dia como um prato de macarrão mergulhado em caldo quente à base de shoyu, acrescido de vários tipos de ingredientes desde algas a tempura, ou com caldo à parte normalmente gelado (consumido muito no verão).

Na saúde

É considerado energizante e nutritivo, apresenta altas quantidades de farelo, disponível nas variedades leve ou integral. Uma vez que o trigo sarraceno não contém glúten, é recomendável para uma dieta celíaca. Apresenta mais proteína do que o arroz, trigo ou milho, fonte de proteínas e de ferro.

É também fonte de manganês, magnésio e fibras dietéticas. Uma xícara de trigo sarraceno contém cerca de 86 mg de magnésio. Os seus efeitos benéficos também estão ligados à presença de flavonoides, com destaque para a rutina (Vitamina P) e a quercetina, que previnem doenças com sua ação antioxidante. A sua proteína é de alto valor biológico, pois contém todos os aminoácidos essenciais, incluindo a lisina. Pesquisas afirmam que uma alimentação rica em grãos integrais como o trigo sarraceno, previne doenças cardiovasculares, incluindo a aterosclerose, diabetes e obesidade, entre outras, devido ao seu teor de fibras e outros compostos como gorduras polinsaturadas.

Fonte: Wikipedia

Que tal conhecer nossos pães com trigo sarraceno? Clique aqui.

0 Comentário
Deixe seu comentário
Vai para o topo